Elirio Dambros alerta sobre cuidados na confecção de uniformes escolares

Durabilidade, segurança e conforto são fatores indispensáveis quando o assunto é uniforme escolar. Tendo em vista que essas são peças de vestuário para serem usadas no dia a dia, é fundamental que sejam confeccionadas com materiais de qualidade. Para o empresário Elirio Dambros, da R.F. Gory Comercial, os uniformes escolares devem apresentar alta resistência, além da garantia de não apresentar incômodo para quem está usando.

Estudos revelam que o conforto dos uniformes escolares pode afetar o desempenho de crianças e adolescentes em vários níveis, até psicológico. “O uso do uniforme escolar está muito associado à crianças e jovens, que são muito ativos. Por isso, é importante que essas peças sejam arejadas e leves, feitas com tecidos de alta tecnologia que permitam a movimentação intensa sem reter calor. Isso evita o suor excessivo e oferece mais conforto para quem usa”, explica Elirio Dambros.

“Nós, da R.F. Gory Comercial, primamos por analisar cuidadosamente os uniformes que serão entregues aos nossos clientes, de forma a garantir que o produto esteja em perfeita consonância no quesito qualidade e durabilidade, atendendo as expectativas e assegurando a satisfação dos clientes”, ressalta o empresário Elirio Dambros.

É importante, ainda, que alguns aspectos sejam considerados na elaboração do conjunto de peças que vão constituir o uniforme escolar. Segundo Elirio Dambros, além da aparência, que envolve a proporção estética e harmonia de cores de acordo com a identidade de marca da instituição de ensino, é essencial que o uniforme seja funcional. “Quando falamos em funcionalidade, estamos nos referindo exatamente à durabilidade, segurança e conforto”, informa o empresário da R.F. Gory Comercial.

Outro cuidado destacado por Elirio Dambros diz respeito à regulamentação exigida pela Norma Técnica do Uniforme Escolar – Requisitos de Desempenho e Segurança (NBR 15778), elaborada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). “É imprescindível que os uniformes escolares atendam os aspectos elencados neste documento, o que comprova que as peças foram confeccionadas de acordo com requisitos de desempenho e segurança, o que inclui até mesmo orientação para escolha de tecido, aviamentos, entre outros”, aponta.’

Entre esses requisitos, por exemplo, constam a aplicação dos zíperes com a parte macia voltada para a pele e a garantia de não haver alfinetes ou grampeadores em nenhum processo da confecção do uniforme. Bordas cortantes são inadmissíveis, assim como os acessórios que possam ser arrancados facilmente. “Todos esses cuidados exigidos para confecção dos uniformes escolares são voltados exclusivamente a evitar acidentes e riscos com a saúde das crianças e adolescentes”, conclui Elirio Dambros, da R.F. Gory Comercial.

Ultimas notícias