Mercado fitness: nova aposta para franquias

Com um faturamentos milionários, os segmentos do mundo fitness são a nova aposta para investidores

Durante a pandemia, a grande maioria das pessoas perceberam a importância de cuidar da saúde e do corpo. Nasceu nesse período novos adeptos aos exercícios, seja ao ar livre ou dentro de um espaço físico construído para atender ao público que procura manter a mente e o corpo são. Com esse aumento na demanda, investidores têm se aventurado no mercado fitness para construir o próprio negócio. De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) do primeiro trimestre de 2022, os segmentos de moda e saúde, beleza e bem-estar tiveram faturamentos de R$ 4,8 milhões e R$ 9,7 milhões, respectivamente, um aumento de mais de 13% comparado ao mesmo período de 2021 em ambos os setores. Para quem quer terminar o ano dono de uma franquia, separamos três redes para se investir no mundo fitness.

Com um faturamento de R$ 3,1 milhões em 2021, a C4 Gym, rede de academias que tem como proposta manter a essência de academia de bairro com padrão de grandes marcas, é uma das apostas para quem deseja investir nesse setor. Por possuir um investimento inicial de pouco mais de R$ 1 milhão, a franquia é uma das mais acessíveis do segmento, com uma taxa de retorno de 20 a 24 meses e faturamento médio mensal de R$ 160 mil.

Já a Zero Açucar, rede de moda fitness, teve um faturamento de mais de R$ 8 milhões em 2021. Recém chegado ao franchising, a marca já tem sua primeira unidade franqueada vendida e prevê mais 80 operações nos próximos cinco anos. Com um investimento inicial a partir de R$ 280 mil, a previsão é de um faturamento médio mensal de R$ 60 mil e retorno de 22 meses.

Para quem sonha atrelar o segmento fitness com o gastronômico, a Mr. Fit, rede de fast-food de alimentação saudável, é a opção. No ano passado, a rede faturou R$ 90 milhões e, para este ano, com a expectativa de chegar a R$ 180 milhões, criou mais um canal de vendas para ampliar a visibilidade da marca e aumentar o ticket médio de seus franqueados home based, além de dar oportunidade para profissionais MEIs que querem ter uma renda extra, mas não têm dinheiro para investir em um negócio próprio. Para os interessados, o investimento inicial é a partir de R$ 6 mil com estimativa de faturamento de R$ 2 a R$ 20 mil e retorno de quatro a 12 meses.

Ultimas notícias