Pastor é preso após mentir que sócio era estuprador e encomendar a morte dele

Um pastor e policial militar aposentado, identificado como Josselice, líder de uma igreja de Goiânia (GO), foi preso nesta segunda-feira (21/11), suspeito de encomendar a morte do sócio, mentindo que ele era estuprador.

O motorista de aplicativo Sebastião Filho Ibiapino de Miranda foi assassinado com golpes de faca, em um suposto latrocínio, na noite de 13 de novembro. Ele foi morto enquanto voltava de um culto no Morro do Mendanha. A vítima e os acusados no crime frequentavam a mesma igreja do pastor Josselice.

De acordo com a Polícia Civil,  o que motivou o crime foram desavenças entre o pastor e o motorista, envolvendo um espaço de festa que eles montavam. Os outros suspeitos, com idades entre 18 e 24 anos, também foram presos na manhã do dia 18, mas foram ouvidos e liberados porque não houve flagrante.

Ultimas notícias