Solange Almeida abre o jogo sobre cigarro eletrônico: ‘Falta de ar’

A cantora Solange Almeida, ex-vocalista da banda Aviões do Forró, abriu o jogo e falou sobre os malefícios do vício em cigarro eletrônico: “Eu perdi toda a vontade do mundo de cantar. Eu tinha determinado que eu não iria mais cantar. Comecei a ficar com a mucosa ressecada, dificuldade para cantar e para respirar”. Em entrevista ao programa Domingo Espetacular, no último domingo (17), a baiana desabafou sobre episódios de depressão e crise do pânico associados ao uso do dispositivo da moda.

Solange parou de fumar cigarros tradicionais em 2005, mas começou a usar vape após uma brincadeira entre amigos. “Vi aquela coisa bonita, que chama atenção. O odor, o sabor, tudo nele é atrativo”, descreve a cantora.

Proibidos pela Anvisa desde agosto de 2009, os cigarros eletrônicos ou vapes oferecem risco e podem causar dependência. Estima-se que dois milhões de brasileiros façam uso dos dispositivos. De acordo com um estudo conduzido pela University of California San Diego (EUA) e publicado na revista científica eLife neste ano, o vape pode causar infecção no cérebro, pulmão, coração e cólon.

 

Solange Almeida – Créditos: Reprodução/Instagram

Ultimas notícias