Rodrigo Mussi fala e anda, mas não lembra de memórias do BBB, diz irmão

Após 16 dias de internação, o ex-BBB Rodrigo Mussi está, pela primeira vez, sem o tubo de respiração e já fala e anda pelo Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde é atendido desde o dia em que sofreu um acidente de carro, em 31 de março. Em coletiva de imprensa neste domingo (17), o irmão do influenciador, Diogo Mussi, afirma que ele mexe o corpo inteiro, faz fisioterapia e pode receber alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos próximos dias.

“Na última quarta-feira conseguiram extubar. Hoje ele está sem tubo, está falando, está andando. Ele senta, se mexe, mexe o corpo inteiro. Fez fisioterapia com bola, com pedal”, disse. O processo de extubação já tinha sido iniciado no último domingo (10/4), mas foi interrompido porque Rodrigo teve falência respiratória. Agora, o ex-BBB parece apresentar melhora contínua sem a ajuda dos aparelhos.

Diogo conta, no entanto, que o irmão apresenta falhas na memória. Rodrigo não se lembrou da morte do pai, que morreu há mais de 10 anos, e nem do acidente que o levou a ter traumatismo craniano e deixá-lo em estado crítico. O jogo entre o São Paulo e o Palmeiras, que assistiu antes da batida, também não está na memória dele.

O influenciador também tem vagas lembranças sobre o Big Brother Brasil 22 (BBB22), edição que ele participou. No entanto, ele lembra que tem fãs e que trabalha com a internet. “Ele lembra dos fãs. Hoje, pela primeira vez, ele pediu o celular. Eu dei meu celular pra ele, ele tentou fazer uma foto, tentou digitar uma coisa, não deu muito certo”, contou Diogo.

O irmão de Rodrigo conta que o influenciador recebeu, neste domingo (17), a visita da ex-BBB e youtuber Viihtube, que se tornou próxima dele após ficarem no Lollapalooza. “Hoje ele a viu, lembrou que eles estavam no Lollapalooza, isso é muito bom”, comemora. “Ao que tudo indica, pelo histórico dele, pela idade, saudável, etc, os médicos acreditam que isso [déficit de memória] vai ser transitório. Que no começo vai precisar de ajuda mais próxima, mas depois vai ficando mais independente”, afirma Diogo.

Rodrigo teve duas paradas cardiorrespiratórias após o acidente Após o acidente, no qual o carro de aplicativo em que Rodrigo estava colidir em um caminhão, o influenciador teve uma parada cardiorrespiratória no local. Quando chegou no Hospital das Clínicas, ele teve outra parada.

 

“Na segunda manobra ele voltou, entubaram e procederam então com a cirurgia na cabeça para colocação de um monitor, para medir a pressão intracraniana. Ele não teve coágulos, mas teve pequenos sangramentos espalhados ali que foram drenados”, explicou o irmão. “Em menos de 24h, salvo engano, já tinham sido solucionados”, acrescentou. O quadro de saúde de Rodrigo também apresentou outros sintomas que colocaram os médicos em alerta. Febre e suspeita de meningite após a cirurgia na cabeça causaram preocupação da equipe de atendimento, que realizaram uma ressonância magnética e verificou que não havia lesão na medula.

(Correio Braziliense)

Foto: Reprodução/Globo

Ultimas notícias